fbfbfb
fb+351 253 421 246
search
Artigo

Os homens que fundaram a Associação Comercial de Guimarães

Data:
2021

Autor(es):

Resumo:

Evocam-se, neste artigo, nove homens de negócio vimaranenses que, no ano de 1865, lançaram as bases de uma associação profissional para defesa e promoção da classe dos comerciantes – os cinco que redigiram os Estatutos da Associação Comercial de Guimarães, e os quatro que com eles integraram os primeiros órgãos sociais eleitos da novel instituição.

Estes nove indivíduos constituíam um grupo heterogéneo, quer na idade, quer no nível de fortuna e de prestígio, quer no ramo de atividade que exerciam. Tinham, contudo, um lastro social e cultural comum: todos eram homens de ação, pertenciam à burguesia em ascensão e acreditavam no Progresso, de que queriam ser agentes. Atravessaram o período histórico conhecido por Regeneração (1851-1868), assistiram às inovações nos transportes e nas comunicações promovidas pelo fontismo.

Com recurso a documentação existente no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, esboçou-se o perfil e o percursode cada uma das personalidades consideradas, com destaque para João de Castro Sampaio, António do Espírito Santo, António José Pereira Caldas (pai) e João António da Silva Areias. Estes e os demais refletem as tendências e as contradições da época de mudança em que viveram.

Tipo:
Artigo

URI:

ISSN:
0871-7478

Publicação:

Ficheiro(s)

Designação
Formato
Tamanho
Língua

bth2021_2.pdf
PDF
1015.34KB
PT