fb fb fb
fb+351 253 421 246
search
Artigo

Mário Bonito: Estádio de 1958 para Guimarães - Génese de um Projeto-conceito

Data:
2022

Autor(es):

Resumo:

O Estádio Municipal de Guimarães, contém uma história longa com início numa proposta arquitetónica singular (1958-1965) da autoria do arquiteto Mário Bonito (1921/1976), que será construído, gradualmente alterado e integralmente substituído pelo atual estádio, em resposta ao Euro 2004.

A génese do Estádio Municipal integra o desejo de uma renovada ideia urbana para a cidade de Guimarães desenvolvida pelo “Anteplano de Urbanização da Cidade de Guimarães”, de 1949-1953, onde se destaca o desígnio de um Parque da Cidade em diálogo com um núcleo desportivo. Este desígnio será determinante para o modo como Mário Bonito, arquiteto portuense ligado à Escola Superior de Belas Artes do Porto e defensor de uma nova Arquitetura, interpretará a encomenda do município.

O projeto assenta numa leitura paisagística do lugar onde o diálogo de continuidade com os elementos mais significativos da envolvente evoca uma tradição de inserção e de composição do conjunto, caraterística presente em estádios portugueses dos anos 30 a 40. Contudo, a proposta irá mais longe nas suas referências e relações topográficas, explorando a noção de limite – entre parque e estádio – através da construção de uma linguagem arquitetónica, uma narrativa, que se revelará inovadora, poética e informada para a época.


Palavras-chave:
Estádio, Guimarães, Mário Bonito, Arquitetura Moderna

Tipo:
Artigo

URI:

ISSN:
0871-7478

Publicação:

Ficheiro(s)

Designação
Formato
Tamanho
Língua

PDF
2.16MB
PT